Segurança

CONFIE-NOS A SEGURANÇA DO QUE LHE É MAIS IMPORTANTE!

Proteja-se com a Wik!

Os sistemas de alarme de intrusão são projetados e usados para sinalizar situações de perigo em instalações sob proteção, particularmente, no caso de intrusão ou roubo, podendo ainda operar como sinalizador de outros perigos.

Um sistema de segurança coma maior anti-intrusão ideal deve:

  • Alertar com maior brevidade possível a entrada de um intruso
  • Ser discreto
  • Ser fácil de utilizar
  • Proporcionar ao utilizar tranquilidade absoluta

Como funciona?

Um sistema de deteção de intrusão é composto por dispositivos periféricos colocados em locais estratégicos com o objetivo de assegurar a proteção de determinados espaços consoante o grau de segurança pretendido.

Estes sistemas poderão ser complementados com dispositivos de alerta telefónicos que podem comunicar alarmes ou outra informação detalhada para uma central recetora de alarmes ou para números de telefone previamente programados.

Um incêndio num edifício deve ser detetado de forma particularmente rápida e o alarme emitido de modo a garantir a evacuação dos seus ocupantes.

Um sistema de deteção de incêndios regista o início de um incêndio sem ser necessária a intervenção humana e transmite essas informações a uma central de Sinalização e Comando. Este sistema destina-se a alertar mais cedo e de forma mais eficiente todos os ocupantes de um determinado local da eminência da ocorrência de um incêndio ou do princípio do mesmo para que os procedimentos de evacuação sejam iniciados e também emitir o alerta para os Bombeiros. Além de emitir um alarme, o sistema pode também fechar as portas resistentes ao fogo, comandar elevadores, comandar ventiladores ou comandar energia elétrica.

Como Funciona?

Na generalidade, um sistema de deteção de incêndio é composto por detetores automáticos, baseados na deteção de fumos, chamas ou calor, por botões manuais de alarme, por dispositivos de alarmes sonoros e luminosos e pela central de deteções de incêndios.

A central de deteções de incêndios recebo os sinais dos detetores automáticos e manuais, envia por sua vez, os alarmes repetitivos ara os dispositivos de sinalização audiovisual como sirenes e luzes de emergência ou ainda para recetores remotos através de transmissores telefónicos.

O tipo de sistema de incêndio adequado depende de vários fatores como a dimensão do edifício, a utilização-tipo ou se tem ou nao vigilância permanente. Deve ser desenhado de modo a que a relação “sinal/perturbação” seja suficiente para evitar falsos alarmes.

Os sistemas de controlo de acessos oferecem uma segurança elevada ao nível dos acessos a instalações protegidas. O controlo de acessos tem como objetivo proteger as pessoas, informação e bens móveis contra acessos não autorizados.

Este sistema permite definir regras de acesso a um determinado espaço e no tempo registando a data/hora do acesso das pessoas autorizadas a entrar nesse local. Controlo e registo de movimento de pessoas e veículos.

A proteção de pessoas e bens é um dos objetivos primários do controlo de acessos que pode incorporar diversas soluções. Para tal, são necessários produtos inteligentes , que se incluem como componentes em sistemas e processos. As necessidades dos clientes mudam, evoluem e, como tal, são necessárias soluções inovadoras que se adequam a essas mudanças.

Como controlar o acesso a áreas restritas?

1.º: Existem inúmeras tecnologias disponíveis para identificação autorização e/ou autenticação de pessoas, desde um simples código numérico, aos cartões de leitura  por aproximação, leitores de dados biométricos, videoporteiro, identificadores de viatura e leitores de matrículas.

2.º: A restrição de acesso realiza-se por intermédio de barreiras físicas  como portas, torniquetes, barreiras de viaturas e portões automáticos.

Um circuito fechado de televisão consiste, fundamentalmente, num sistema de visão à distancia. Dispõe de um conjunto de câmaras  colocadas em lugares estratégicos, que captam e transmitem imagens para um sistema de gestão de vídeo que permite, entre outras coisas, o armazenamento e a monitorização dessas imagens/vídeo.

Os sinais das câmaras podem ser distribuídos para um ou mais pontos de visualização. A visualização das imagens pode ser feita no computador, no tablet ou no telemóvel, basta que tenha acesso à internet, Como tal, a monitorização remota pode ser realizada de qualquer parte do mundo

 

Caraterísticas:

  • Controlo a partir de um centro de controlo
  • Permite a visualização de todos os movimentos
  • Grande poder de dissuasão contra roubos e fraudes através da colaboração de câmaras visíveis em pontos estratégicos – Sinal de segurança e supervisão
  • Proporciona um sentimento de segurança – impede que a sua casa ou escritório sejam alvos fáceis
  • Fornece informação sobre os eventos que necessita para realizar auditorias de atividade e apoio à tomada de decisão – as imagens das câmaras de vigilância podem ajudá-lo a tomar decisões corretas e justas aquando a resolução de litígios
  • Segurança total – permite controlar tudo o que se passa num determinado local no interior ou no exterior do edifício, através da monitorização das atividades das pessoas que visitam a sua casa ou empresa, bem como os acontecimentos para estes lugares
  • Todas as imagens capadas podem ser visualizadas e analisadas num único local onde se encontra o software de controlo dos vídeos ou remotamente por acesso IP
  • Permite evitar situações de perigo imprevistas